A influência da autoestima

no tratamento do câncer.

Acredite, isso importa!

O que é o Sistema Capelli?

Capelli é uma touca térmica lançada pela Fabinject Technology, com sistema de resfriamento do couro cabeludo através da circulação de ar extremamente frio, que permite a diminuição da queda de cabelo durante a quimioterapia. Essa tecnologia possui aletas internas que garantem um fluxo turbulento, proporcionando respostas superiores aos métodos tradicionais de resfriamento e maior conforto aos pacientes. Comparado aos métodos convencionais, o Capelli se destaca em sua alta performance na manutenção do cabelo dos pacientes. Este é um sistema silencioso, confiável, de baixíssima necessidade de intervenção da equipe médica, fácil de operar e confortável ao paciente, que supera em performance os métodos historicamente utilizados. 

 
 

Como é realizado

o procedimento?

O procedimento é realizado em conjunto com as sessões de quimioterapia e se resume em 4 passos. 

1 • Tamanho da touca - Para que o procedimento possa ser confortável, é selecionada a touca que é adaptável ao tamanho do paciente. No total são 5 tamanhos. Os ouvidos e todo o pavilhão auricular são protegidos, a fim de evitar o congelamento destas regiões expostas ao frio.

2 • Preparo dos cabelos - Para sucesso do tratamento é necessário molhar bem os cabelos com água limpa ou se o paciente preferir, vir com os cabelos lavados de casa.

3 • Ajustando a touca - Após o preparo, o próprio paciente com auxílio de um profissional pode encaixar a touca, ajustando ao que seja mais confortável.

4 • O resfriamento - Após todo o preparo, é hora de engatar a mangueira do Freddo (equipamento gerador de ar frio) no Capelli. Após isso, o equipamento Freddo é ligado e inicia a produção de ar frio.

 
 

Quanto

tempo

dura?

Este processo de resfriamento é iniciado pelo menos 30 minutos antes da infusão da medicação quimioterápica. O resfriamento é mantido durante toda a infusão e também por 30 a 120 minutos após a aplicação, a fim de garantir o resfriamento do couro cabeludo durante o período de pico de atuação da medicação.

Pacientes quimioterápicos que têm o desejo de reduzir a queda de cabelo. Caso o paciente tenha maior sensibilidade ao frio ou apresenta alguma patologia que contra indique o frio extremo, este tratamento não é indicado.

Quem pode

fazer esse

tratamento?

Acredite, isso importa

A queda de cabelo não é uma ameaça a vida, mas nós do CEONC incentivamos que nossos pacientes resgatem sua autoestima e individualidade, em busca do bem estar durante todo o tratamento do câncer.  Por isso, consulte o oncologista e saiba mais sobre esse método que tem ajudado milhares de mulheres a vencer esta etapa. 

 
 

Perguntas frequentes

Quais são os cuidados que devo ter com o cabelo?


1. Esperar pelo menos 72 horas para lavar o cabelo após a sessão de quimioterapia com o resfriamento por Capelli. 2. Não usar pintura ou tintura capilar após a quimioterapia com auxílio do Capelli. 3. Não precisa ter medo de escovar ou pentear os cabelos, mas deve ter cuidado e delicadeza, utilizando um pente de dentes largos ou uma escova macia, como as indicadas para bebês ou a Magic Brush - Fabinject, escova desembaraçante. 4. Se quiser prender o cabelo, utilize laços de fita ou prendedores macios. Evitar elásticos ou prendedores de pressão. 5. Evitar fazer trança ou permanente. 6. Não utilizar secadores, pranchas, bobes aquecidos ou outros aparelhos que submetam os cabelos a calor excessivo. 7. Não utilizar produtos que contenham química, tais como tinturas, permanentes, gel ou sprays. Buscar os que sejam a base de plantas ou vegetais naturais, com pH equilibrado pois ajudam a nutrir os fios. 8. Vestir o travesseiro com fronha de seda ou cetim, evitando que o cabelo acorde embaraçado. De preferência dormir com rede de seda ou cetim.




Como devo lavar o cabelo?


1. Utilizar xampu e condicionadores que tenham o pH balanceado 5,5 ou que sejam à base de ervas naturais, que ajudam a nutrir o cabelo. 2. Não utilize produtos capilares muito ácidos ou alcalinos. 3. Lave o cabelo sempre com água fria. 4. Na hora de aplicar o xampu e o condicionador, mexa suavemente no cabelo. 5. Deixe que o cabelo seque naturalmente ou passe a toalha acariciando-o com cuidado. Se optar por um secador, utilize-o apenas na temperatura fria. 6. Se possível, tente lavar o cabelo, no máximo, duas vezes por semana. 7. Durante o tratamento de quimioterapia com resfriamento do couro cabeludo, é recomendado que você lave seu cabelo entre 24 e 48 horas antes do tratamento. 8. Espere pelo menos 72 horas para lavar o cabelo após a sessão de quimioterapia com o resfriamento do couro cabeludo.




Posso pintar o cabelo?


Não é recomendável pintar o cabelo durante o período de quimioterapia com resfriamento do couro cabeludo.




Posso ir ao salão de beleza?


Não é aconselhável ir ao cabeleireiro durante o tratamento quimioterápico com resfriamento do couro cabeludo. Caso sinta necessidade, o profissional deve estar ciente do seu quadro, para não agir de maneira que prejudique o seu cabelo, provocando a queda.




Devo seguir as indicações?


Para o sucesso do tratamento é necessária a colaboração e compreensão do paciente com os cuidados após o tratamento. Caso o paciente decida não seguir as recomendações, como utilizar produtos químicos e secador em temperatura quente no cabelo, deve estar ciente de que as atitudes podem afetar o sucesso do tratamento de resfriamento do couro cabeludo, podendo levar ao aumento da queda de cabelo.




Esse tratamento é indicado para qual função?


Indicado para reduzir a alopécia (queda de cabelo) em pacientes recebendo drogas quimioterápicas potencialmente produtoras de alopécia (doxorubicina, epirubicina, docetaxel entre outras).




Quais são as contra indicações?


Pacientes com maior sensibilidade ao frio. Pacientes com baixa performance clínica. Pacientes com comprometimento do couro cabeludo pela patologia de base ou outras patologias que contra indiquem frio extremo. Pacientes com deformidades importantes do crânio que impeçam o perfeito acoplamento do Capelli.




Existem precauções?


Os efeitos a longo prazo do resfriamento do couro cabeludo e do risco de metástase no couro cabeludo não foram totalmente estudados. ATENÇÃO: Estudos clínicos produziram taxas variadas de sucesso na redução da alopécia em paciente submetido à quimioterapia com resfriamento do couro cabeludo, uma vez que o resultado depende de vários fatores, incluindo o regime de quimioterapia, dose, duração da infusão de drogas, metabolismo de quimioterapia e comorbidades concomitantes. Os pacientes submetidos a uso concomitante de drogas com alto poder de alopécia, têm resultados piores com o sistema Capelli, assim como com quaisquer outros sistemas de resfriamento de couro cabeludo.




Existem eventos adversos?


A maioria dos pacientes tolera bem o resfriamento do couro cabeludo com o sistema de refrigeração Capelli. Alguns pacientes podem apresentar cefaléia leve a moderada devida ao resfriamento do couro cabeludo. Raramente houve a descontinuidade do uso do sistema Capelli. Baseado na literatura médica, metástases no couro cabeludo são ocorrências raras, independentemente do estágio do câncer de mama (metástases do couro cabeludo como primeiro sinal de recorrência ocorre em 1 em 4.000 pacientes e em 1 em cada 100 pacientes que já possuem outros locais de metástase). O risco observado de metástase no couro cabeludo não parece diferir entre pacientes que utilizaram o sistema de resfriamento e os que não utilizaram.




Por que a quimioterapia causa perda de cabelo?


A quimioterapia afeta células que estão na fase de divisão ou crescimento. Todas as células do corpo são afetadas pela quimioterapia, não apenas as células cancerígenas. Isso significa que mesmo células saudáveis, especialmente as células com alta taxa de crescimento, como o cabelo, provavelmente serão afetadas pela quimioterapia.




Quando eu devo usar o Capelli?


Deve ser usado em pacientes cuja quimioterapia seja a base de drogas que tenham potencial de provocar alopécia grau IV (alopécia total). O resfriamento do couro cabeludo, quando bem realizado tem por objetivo diminuir o grau de alopécia, ou seja, de uma alopécia grau IV (calvície total) para uma perda de cabelo de menor intensidade, ou seja, alopécia grau I ou II, contribuindo assim para a manutenção da autoestima do paciente durante o tratamento.




O resfriamento do couro cabeludo servirá para mim?


O resfriamento do couro cabeludo é um método efetivo para reduzir o risco de perda de cabelo induzida por quimioterapia que utiliza drogas potencialmente produtoras de alopécia grau IV. A eficácia do resfriamento do couro cabeludo com regimes de quimioterapia que incluem a quimioterapia linear de antraciclina e taxano não foi bem estudada. Seu oncologista é a pessoa indicada para informar se o resfriamento do couro cabeludo é compatível e / ou bem-sucedido com o seu tratamento.





Logo-CEONC-preot.png
Logo-Capelli-preto.png
  • YouTube CEONC
  • Facebook CEONC
  • Instagram CEONC

© 1993 - 2020 - CEONC Centro de Oncologia de Cascavel